Rio antigo: Real Gabinete Português

O Real Gabinete Português de Leitura, no Centro, fez 184 anos em maio passado.  Biblioteca pública, seu acervo de 350 mil volumes contém milhares de obras raras. Entre elas, um exemplar da primeira edição de “Os Lusíadas”, de 1572. Em estilo neomanuelino, a sede, na Rua Luís de Camões, foi inaugurada pela Princesa Isabel, em 1887. Atualmente, o prédio passa por reformas.

Outra obra preciosa é o manuscrito de “Amor Perdido” (1861), de Camilo Castelo Branco.  O Real Gabinete funciona como centro de estudos e pesquisas literárias.

A biblioteca abre durante a semana (dias úteis). Para se associar, basta se inscrever na secretaria, que funciona no local, na Rua Luís de Camões 30 – Centro (antiga Rua da Lampadosa).Curiosidade: Fundada em 14 de maio de 1837 por um grupo de emigrantes, é considerada a associação mais antiga criada por portugueses no Brasil depois da proclamação da república (1822).

Em estilo manuelino, evocando a epopeia camoniana, o projeto da sede leva a assinatura do arquiteto português Rafael da Silva Castro. O estilo manuelino, em Portugal, representou uma forma de resistência cultural, em oposição ao estilo neogótico, presente em vários países da Europa.

http://www.realgabinete.com.br/portalWeb/

 

 

 

Esta entrada foi publicada em Rio Antigo. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>