Rio antigo: Rua da Ajuda

Uma das ruas mais antigas do Rio de Janeiro, a Rua da Ajuda, no Centro, foi drasticamente encurtada por ocasião da abertura da Avenida Central, em 1904. Virou uma ruela, espremida entre as Avenidas Nilo Peçanha e Rio Branco. Atualmente a Rua da Ajuda começa no número 5 – prédio do Banerjão, que vai abrigar parte da Alerj – e termina no número 35, uma farmácia. Do lado da Avenida Rio Branco, fica em frente da estação do metrô da Carioca. É uma rua quase tão antiga como a São José e a Assembleia, ambas no Centro. Escrituras de venda de terrenos e prédios datam da primeira década de 1600.

A Rua da Ajuda foi aberta para permitir a comunicação, ao lado do Morro do Castelo e da Rua São José, à Ermida da Ajuda, onde estava localizado o Convento da Ajuda.

Na placa da rua, está a explicação que recebeu o nome de Caminho de N. S. da Ajuda por começar em frente à capela de N. S. da Ajuda. Isso teria acontecido por volta de 1630. Antes de 1600, foi levantada a Ermida de Nossa Senhora da Conceição da Ajuda no caminho que ia para a Lagoa Grande ou do Boqueirão.

Era uma rua de grande extensão. Possuía chácaras, no fim do seu trecho, até o século XVIII.

Curiosidade: A rua é citada por Machado de Assis em seu conto “Pai Contra Mãe” (1906). (…) foi então que lhe ocorreu entrar por um dos becos que ligavam aquela à Rua da Ajuda (…)

http://www.educacaopublica.rj.gov.br/biblioteca/historia/0080.html

Esta entrada foi publicada em Rio Antigo. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>