Rio antigo: Rua Uruguaiana

A Rua Uruguaiana liga a Av. Presidente Vargas ao Largo da Carioca. Foi conhecida como Rua da Vala por ter se formado seguindo o trajeto de uma vala, aberta em 1641, pelos monges franciscanos para escoar o transbordamento da Lagoa de Santo Antônio (no atual Largo da Carioca) até o mar, na abertura entre os morros da Conceição e de São Bento. No local onde passava a vala, foi construído o túnel do metrô.

Na época das invasões francesas (início de 1710), foi construído um muro ao longo da vala para defender a cidade. Pouco tempo mais tarde, o muro se tornou mais um estorvo do que propriamente defesa. Além disso, a vala ainda servia de local de despejo de detritos para a população. O muro acabou sendo derrubado e a vala coberta. No local onde antes passava a vala, foi escavado o túnel do metrô.Depois que a vala foi coberta, a rua ganhou outro nome, Rua Uruguaiana, em homenagem à cidade gaúcha onde, em 1865, havia ocorrido a rendição das tropas paraguaias que haviam invadido o Rio Grande do Sul durante a Guerra do Paraguai (1864-1870).

Uruguaiana (RS) foi palco de uma das mais sangrentas batalhas da Guerra do Paraguai. A cidade ocupava uma posição estratégica, pois ficava em um ponto de fronteira entre Brasil, Argentina e Paraguai, que posteriormente acabou perdendo seu território para a Argentina.

Na rua, funcionaram redações de jornais, restaurantes, hotéis, teatros e comércio.  Nela, funciona o Mercado Popular da Uruguaiana, mas conhecido como “Camelódromo”, que abrigou vendedores ambulantes que trabalhavam na região. Na área, também funciona a Estação Uruguaiana do Metrô.

Foto: anônimo S/D.

Esta entrada foi publicada em Rio Antigo. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>