Blog

Rio Antigo, toda sexta!

O livro “Memória da Destruição – Rio, uma história que se perdeu” se propõe uma reflexão sobre a cidade e sua evolução urbanística. A partir do registro de imagens do Rio antigo, a proposta é mostrar o que foi desconstruído e o que foi construído, e permitir que o leitor observe e chegue a conclusões sobre o processo urbano a que a cidade foi submetida.

O livro mostra imagens chocantes da demolição do Morro do Castelo. Na foto acima, de 1905, a Avenida Central (hoje Avenida Rio Branco), ainda com poucas construções imponentes, ainda contava com o visual do Morro do Castelo. Na publicação, há também charges da época, feitas por J. Carlos, com críticas contundentes à sua destruição. Uma delas mostra a baía de Guanabara como uma sereia apelando a Neptuno.
A Guanabara – Senhor, querem me sepultar sob a terra do Castello
Neptuno – Não se aflijas, rapariga. Num dos meus dias de ressaca, eu faço um estrago.

Esta entrada foi publicada em Blog, Reflexões Urbanas, Rio Antigo. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>