Blog

‘Serviço público, um fim’, artigo do companheiro Paulo Pinheiro

“Em 2017, Crivella reagiu aumentando impostos, mas começou 2018 cortando R$ 600 milhões da saúde — o que tornará ainda mais severa a missão de salvar vidas. Reservadamente, autoridades municipais de plantão superaram a fase da negação dos problemas e já confessam que a crise é séria e que a solução será ‘amputar um ou dois dedos das despesas’ para que ‘o pé caiba no sapato da receita’. Mas, diante de tanto improviso, o risco da ‘amputação de todo o pé’ é iminente — o que nos faz crer na absoluta necessidade de cabeças mais qualificadas para administrar a cidade”.

Artigo do Vereador Paulo Pinheiro publicado no jornal O Globo desta segunda-feira (11/6).

Este post também pode ler lido no Facebook do Eliomar.

https://www.facebook.com/eliomarcoelho/photos/a.458709430830745.92883.442179582483730/1698194640215545/?type=3&theater

 

Esta entrada foi publicada em Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>