Rio - 11 de novembro de 2015

#SomosTodosChico

Exibindo Exibindo

O PSOL lidera em Brasília o pedido de afastamento do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha. Para isso, protocolou requerimento no Conselho de Ética para que Cunha seja investigado por quebra de decoro parlamentar por ter mentido à CPI da Petrobras ao afirmar não possuir contas no exterior. Cunha acusou o golpe, e o seu pau-mandado, deputado Paulinho da Força (SD/SP), presidente do Solidariedade, entrou com uma representação contra nosso líder da bancada na Câmara, Chico Alencar, no Conselho de Ética. A acusação, leviana, refere-se à prestação de contas do deputado do ano passado, que, inclusive, já foram julgadas e aprovadas pela Justiça Eleitoral.

A medida não passa de uma tentativa medíocre de intimidação. “É uma acusação que honra o acusado”, diz Chico. Enquanto isso,  Cunha chafurda na lama, dando explicações estapafúrdias sobre a origem do dinheiro no exterior que não convencem ninguém. Aliás, dinheiro não declarado ao fisco do nosso país.

Como Chico citou bem humorado em uma sexta-feira no Buraco do Lume, quando parlamentares do PSOL prestam contas de seus mandatos: “Os cães ladram, Sancho. É sinal de que estamos avançando.” (Dom Quixote de La Mancha, de Miguel de Cervantes.)

#SomosTodosChico  #ForaCunha

 

Tombamento da Villa-Lobos

 

Contra a privatização do ensino público 

Nosso mandato é totalmente contra ao projeto de emenda à constituição que tramita na Câmara de Deputados e permite às universidades cobrar por cursos de pós-graduação lato sensu (especialização), de extensão e de mestrado profissional. A PEC 395/14 volta ao plenário para ser analisado em segunda discussão e depois segue para o Senado. Leia mais

 

Mesa-redonda ‘A Base Nacional Comum Curricular e o Ensino Médio no Rio de Janeiro

O debate é mais uma iniciativa do nosso mandato, desta vez em parceria com a Comissão de Educação da Alerj e frente aos processos em curso no estado do Rio de Janeiro, como a implementação do “Ensino Médio Integral” e a diminuição da carga horária de algumas disciplinas.

A atividade vai discutir as Bases Nacionais Comuns Curriculares, a fim de comprometer a instância do legislativo na garantia de políticas públicas universais e de qualidade para esse nível de ensino.

Assim, convidamos todos os interessados: professores, acadêmicos, pesquisadores, alunos e responsáveis, para participar do debate e ajudar a construir um projeto de educação verdadeiramente democrático em nosso estado.

Presenças confirmadas:

- Profª Dra. Marise N. Ramos – LATEPS/EPSJV-Fiocruz e PPFH/Uerj 

- Profª Dra. Ana de Oliveira – ProPEd-Uerj/CP II

- MEC (SEB e SETEC); SEEDUC, SEPE RJ 

Data: 17/11, às 9h, no Auditório Senador Nelson Carneiro, 6º andar – Alerj – Centro/RJ.

 

 

RIO ANTIGO

O prédio da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), no Centro do Rio, é considerado o primeiro edifício modernista do Rio. Inaugurado no dia 10 de julho de 1938, os brises (fixos) aparecem pela primeira vez no país, utilizando técnicas de Le Corbusier. Viaje no tempo

Exibindo