Notícias

Supremo Tribunal Federal intervém a favor dos professores

Em face da intransigência da prefeitura, uma audiência de conciliação reuniu, ontem (22/10), no gabinete do ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal, representantes do prefeito e do governador e cinco membros do Sepe (Sindicato Estadual dos Profissionais de Ensino) para uma tentativa de acordo. O encontro aconteceu porque o Sepe recorreu da decisão do TJ em relação ao corte de ponto da rede estadual. O impasse e o nível de mobilização da categoria justificaram a intervenção inédita do Supremo. Foram suspensas todas as ações punitivas como corte de ponto, inquéritos administrativos da greve e descontos já feitos e ficou acordada a abertura de negociação sobre o Plano de Cargos e sobre o reajuste do estado. O bloco de vereadores de oposição no Legislativo – que inclui a bancada do PSOL – entrou com agravo junto ao Tribunal de Justiça a fim suspender a cassação da liminar que anulou a sessão em que o Plano foi aprovado. Assembleias marcadas para a amanhã e sexta-feira confirmarão o fim das greves. Seja qual for a decisão da categoria, manifestamos nosso total apoio aos profissionais de educação das redes estadual e municipal, por uma escola pública de qualidade e democrática.

Esta entrada foi publicada em Notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>