Blog

Vale a pena toda luta para abrir essa caixa-preta!

Aos poucos, a verdade vem à tona! Poucos meses após arquivar nossa denúncia sobre as irregularidades nos convênios entre a Secretaria Municipal de Educação (SME) e a Fetranspor, visando o custeio das gratuidades estudantis, o Tribunal de Contas do Município do Rio determinou uma redução nas tarifas dos ônibus alegando que não se pode onerar ainda mais os usuários pagantes por conta de um direito que é público.
No fundo o que está em discussão aqui é esse mecanismo perdulário e totalmente obscuro, que é o sistema de bilhetagem eletrônica e sua famigerada “câmara de compensação” totalmente gerida pelas empresas e sem qualquer ingerência do Poder Público.

Por esse e outros motivos, precisamos que o nosso PL 238/2015, já protocolado na Alerj, seja discutido o mais rápido possível.

Não há mais qualquer legitimidade para que esse sistema de financiamento do transporte público continue nas mãos de empresas sem qualquer compromisso com o ir e vir de nosso povo.

Clique aqui e veja a fala de Eliomar na Tribuna da Alerj

 

 

 

Esta entrada foi publicada em Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>