Blog

Cultura tem que ser prioridade!

Hoje (5/11), no Dia Nacional da Cultura, comemoramos a aprovação do nosso projeto de lei que cria uma inovadora fonte de recursos para a proteção, o fomento e a difusão de bens culturais materiais e imateriais: a inclusão do patrimônio cultural entre os critérios de distribuição dos 25% do ICMS destinados aos municípios.

A Comissão de Cultura, presidida por Eliomar, em sua escuta permanente aos municípios, pôde constatar um grande gargalo: as muitas demandas em relação ao patrimônio cultural, em diferentes quesitos e a falta de infraestrutura para resolvê-las, seja do ponto de vista financeiro, seja técnico. Salvo poucas exceções municipais.

Esse quadro não é diferente no governo estadual. Já fizemos audiências aqui sobre a grave situação dos equipamentos e bens culturais estaduais, que vão da escala micro, como por exemplo, a Casa de Euclides da Cunha – em Cantagalo, na Região Serrana, ao macro, como o Theatro Municipal, na capital.

A política cultural no nosso estado é um debate fundamental neste momento em que o Rio de Janeiro recomeça a pensar em seu futuro. Mas para isso precisamos de investimentos. Com o projeto que aprovamos na Alerj estamos tentando contribuir para isso. Que entrem recursos que possibilitem aos municípios fortalecer os seus sistemas municipais de cultura e articulá-los às políticas de patrimônio cultural.

Cultura não é despesa, é qualidade de vida, é autonomia, é autoestima da população, é cidadania, é desenvolvimento humano pleno. Não deixemos passar as oportunidades que temos nos nossos municípios!

Esta postagem está também no Facebook do Eliomar

Esta entrada foi publicada em Blog, Cultura. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>